UOL Menu
Busca
televisao

11/07/2012 - 15h53 / Atualizada 11/07/2012 - 15h57

Helicóptero que invadiu "A Fazenda" é do comandante Hamilton, funcionário da Record

Maurcio Stycer
Crítico do UOL

Suprema ironia, o helicóptero utilizado por Adriane Galisteu, do “Muito +”, da Band, para roubar imagens da “Fazenda”, da Record, pertence à empresa Helicóptero Digital, de Hamilton Alves da Rocha. Trata-se, como todo mundo sabe, do popular “comandante Hamilton”, repórter aéreo da Record.

Hamilton tem contrato de exclusividade com a emissora, mas a sua empresa  possui outras aeronaves e aluga os seus serviços para concorrentes da Record, como a Band.

  • Record divulga fotos para provar que Galisteu mentiu
  • "Muito +" invade "A Fazenda" e mostra peoas tomando sol; Record vê "mentira" e "pirataria"

O UOL apurou que o caso criou um enorme constrangimento para piloto-empresário. Ele tem dito, a quem o questiona, que “não sabia” do serviço que seu helicóptero iria fazer na manhã de segunda-feira (09).

A Record classificou a filmagem do “Muito +”  como “pirataria" e anunciou a intenção de processar a Band por conta do que ocorreu. Além disso, a emissora acusa Galisteu de mentir ao dizer que mostrou imagens da “Fazenda” ao vivo.

Procurada pelo UOL, a Band disse que não vai se manifestar sobre o episódio. 

Imagens exibidas no "Muito +" e as divulgadas pela Record